Busca rápidaX

Coordenadoria da Mulher de Ijuí registra aumento nos casos de denúncias contra mulheres

20 de fevereiro de 2019

Recentemente a ONG internacional do Observatório dos Direitos Humanos divulgou o relatório global 2019. O documento aponta que há uma “epidemia” de violência doméstica no Brasil. Com dados apurados no começo de 2018, a declaração denuncia que há mais de 1,2 milhão de casos de agressões contra mulheres pendentes na Justiça brasileira. Um balanço publicado pelo jornal Correio Brasiliense também traz dados alarmantes: só em dezembro de 2018, 391 mulheres foram agredidas por dia e foram registradas 974 tentativas de feminicídio – um aumento de 78% em relação ao mesmo período do ano passado.

O primeiro mês de 2019 também traz dados assustadores, confirmando que o número de agressões contra mulheres no Brasil continua crescendo.

Para saber como está essa questão em Ijuí, a rádio Progresso conversou com a titular da Coordenadoria da Mulher, Noemi Huth. Segundo ela, infelizmente a situação não é tão diferente. Apesar de não haver casos extremos de feminicídio, o número de denúncias tem aumentado nos últimos meses. A Coordenadora afirma que a questão de combate a violência não é um problema apenas do sexo feminino, mas da sociedade como um todo: “por isso temos que trabalhar este tema tanto em casa quanto na escola, desde as séries iniciais” destaca Noemi.

Em documento encaminhado à imprensa, a ONG internacional sugere alguns passos para combater a violência doméstica, e o primeiro item propõe abrir as delegacias da mulher nos horários em que há mais violência doméstica: à noite e aos fins de semana.
De acordo com Noemi, em Ijuí há uma carência neste sentido já que a Coordenadoria não dispõe de uma delegada da mulher: “essa é uma preocupação que o Conselho levantou e que vamos continuar conversando com o Delegado Regional, que hoje acumula essa função. Queremos saber o que pode ser otimizado neste sentido, a fim de suprir a carência de profissionais nesta área”. Noemi afirma ainda que tem a expectativa de que neste ano essa questão seja resolvida, e destaca que a Coordenadoria já está trabalhando no planejamento de ações para o mês da mulher, comemorado em março.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!