Busca rápidaX

MANCHETES

Coordenadoria de Saúde de Ijuí aguarda manifestação sobre não uso da Astrazeneca em grávidas

11 de maio de 2021

A Anvisa recomendou a suspensão da vacina Oxford/AtraZeneca, contra a Covid, em mulheres gestantes. A decisão leva em conta as informações da bula do medicamento que não recomenda o uso do imunizante sem orientação médica. Hoje pela manhã, a Coordenadoria de Saúde, com sede em Ijuí, disse que aguarda o posicionamento do Plano Nacional de Imunização sobre o tema. A Coordenadoria ainda informou que a Anvisa recomenda que em situações não previstas na bula, a AstraZeneca só deve ser utilizada mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente.

Nota da CRS de Ijuí:

Segundo o que consta na página da Anvisa a agência recomenda que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo PNI e que o uso “off label” de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. Quando o MS incluiu gestantes e puerperas como grupo prioritário, segundo o oficio 467/2021, havia o entendimento que neste momento é altamente provável que o perfil de risco vs benefício na vacinação de gestantes fosse favorável e por isso decidiu por recomendar a vacinação de todas as gestantes e puerperas. Com o posicionamento da Anvisa de ontem aguardamos posicionamento tmb do PNI sobre o assunto.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!