Busca rápidaX

MANCHETES

Coronavírus, dengue e estiagem mobilizam ações da prefeitura de Jóia

18 de março de 2020

O Executivo de Jóia definiu, hoje pela manhã, o decreto de emergência em função do coronavírus. Da mesma forma que demais municípios, a partir de amanhã as aulas da Educação Infantil e Ensino Fundamental das escolas municipais de Jóia vão ser suspensas.

Também estão proibidos eventos com aglomeração de pessoas, além de cancelamento de viagens intermunicipais e interestaduais para servidores da prefeitura, exceto na área da saúde. Além disso, servidores que apresentarem sintomas do coronavírus devem se afastar do trabalho.

Por outro lado, hoje pela manhã o prefeito, Adriano Marangon de Lima, disse que foi confirmado um caso de dengue em Jóia. Trata-se de uma pessoa que reside na cidade. Outras quatro suspeitas foram descartadas. Não há nenhum outro caso suspeito.

Os agentes comunitários de saúde do interior de Jóia foram deslocados para a cidade a fim de integrar demais profissionais na aplicação de fumacê, orientação às famílias, recolhimento de lixo e outras ações para eliminar e evitar a propagação do mosquito Aedes aegypti.

No tocante à estiagem, ontem à tarde a prefeitura de Jóia recebeu informação que a Coordenadoria Regional da Defesa Civil, com sede em Santo Ângelo, deu parecer favorável ao decreto de emergência emitido pelo município, visto a falta de chuva. Isso é um importante indicativo para que o governo gaúcho reconheça o decreto.

Os prejuízos estimados com a estiagem em Jóia ultrapassam 231 milhões de reais. Falta água para 12 famílias nas localidades de Espinilho, Esquina Nova, Rincão dos Pires e Rincão dos Machados. Também exite falta de água para os animais.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!