Busca rápidaX

MANCHETES

Coronavírus: “O único remédio é o isolamento” afirma empresário gaúcho que vive na Itália

2 de abril de 2020

A Rádio Progresso conversou nesta manhã com o gaúcho Tarcísio de Bacco. Ele é empresário, dono de um restaurante, e reside em Milão, na Itália, há 35 anos.
Atualmente a Itália é um dos países mais afetados com o coronavírus. Questionado sobre as principais medidas para combater a epidemia, o empresário afirma: “enquanto não houver nenhuma vacina, o único e melhor remédio é o isolamento”. Segundo Tarcísio, quando o vírus começou a se espalhar pela Itália, ninguém acreditava que ele chegaria a Milão. A falta de preocupação era tão grande que empresários locais se reuniram e criaram a campanha “Milão não para”, que pedia para que a cidade não paralisasse suas atividades devido a pandemia. O prefeito de Milão, Giussepe Sala, atendeu ao pedido da comunidade, mas não demorou para se arrepender e perceber que sua decisão havia sido equivocada.

Segundo Tracísio, no dia 10 do mês passado foi emitido decreto que obrigou todo comércio e serviço a fecharem as portas, com o funcionamento apenas do essencial: farmácias e supermercados, que distribuem luvas ao entrar no estabelecimento, para que ninguém precise tocar no produto.

A multa para quem estiver circulando na rua sem necessidade, pode chegar a 2 mil euros.

As escolas também foram fechadas, porém, o empresário relata que o governo disponibilizou de tablets e computadores para as famílias mais carentes, a fim de garantir que todos os alunos tenham acesso as aulas e possam estudar online.

Sobre a situação no Brasil, o empresário, natural de Bento Gonçalves, acredita que o carnaval tenha contribuído muito para a proliferação do vírus e faz um pedido especial, para que a comunidade leve a sério e respeite o isolamento.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!