Busca rápidaX

Cotrijuí paga parte das pendências com produtores e prevê novo leilão

26 de março de 2019
Na foto, a sede da Cotrijuí em Ijuí

A intervenção judicial que atua na administração da Cotrijuí espera decisão do Poder Judiciário de Ijuí se haverá ou não conversão da liquidação extra judicial em judicial. Durante entrevista hoje pela manhã na Progresso, um dos interventores, Rafael Brizola, disse que qualquer mudança de rumos da Cotrijuí passa pela Justiça, através do Juiz responsável pelo caso, Guilherme Eugênio Mafassioli Correa.

Por isso, não há nenhuma decisão, por exemplo, sobre liquidação da cooperativa, que passa por processo de recuperação financeira. Rafael Brizola ainda frisou que os quase 3 milhões de reais, obtidos com venda de bens da Cotrijuí, conforme leilão da semana passada, deverão ser utilizados para pagar rescisões de trabalho de ex-funcionários.

Mesmo assim, ainda vão ficar em débito entre 3 e 4 milhões de rescisões de pessoas que trabalharam na cooperativa, o que deve ser minimizado com dinheiro que ingressará por meio do pagamento de mais uma etapa do arrendamento de unidades da Cotrijuí.

Esses recursos provenientes de arrendamentos de armazéns vão ser pagos no mês que vem. Na mesma entrevista nesta manhã na RPI, Rafael Brizola enfatizou que deve ser realizado mais um leilão, dessa vez para vender imóveis da cooperativa, por exemplo, o prédio onde funcionou a Cotridata e a reitoria da Unijuí, nas imediações da Fidene.

O entrevistado ainda comentou que nesse período de um ano e dois meses de intervenção judicial na Cotrijuí, já foi possível, por exemplo, pagar parte da pendência financeira com agricultores, referente à produção que tinha sido entregue. Atualmente, os salários dos funcionários da cooperativa estão em dia.

Rafael Brizola ainda observou que nos próximos dias haverá divulgação de novo relatório financeiro da cooperativa, no entanto, ele antecipa que se contabilizar a dívida e os encargos desse passivo, o débito da Cotrijuí é impagável.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

2 respostas para “Cotrijuí paga parte das pendências com produtores e prevê novo leilão”

  1. Jair disse:

    PERGUNTO..COMO VAI SER PAGO AS RESCISOES..POR ORDEM DE DEMISSOES TIPO MAIS ANTIGOS RECEBEM PRIMEIRO? E OS QUE ENTRARAM NA JUSTIÇA RECEBERAM PRIMEIRO?

  2. Eleni disse:

    Como vamos ficar sabendo se vamos receber a rescisao?e vao pagar juro dos dias em atraso, pois minha rescisao ja passou de 5 meses e como fica?

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!