Busca rápidaX

MANCHETES

Cpers faz mobilização em Ijuí contra terceirizações em escolas e por melhoria salarial

17 de abril de 2018
O Cpers/Sindicato realiza plenárias em todos os 42 núcleos do Estado, especialmente para mobilização contra a terceirização de funções em escolas estaduais gaúchas. Hoje a mobilização aconteceu em Ijuí, nesta quarta-feira em Santo Ângelo, quinta-feira em Santa Rosa e, sexta-feira, em Três Passos.
A diretora sindical do Cpers, Vera Lessês, disse para a RPI que existem ofícios da secretaria estadual da Educação que estabelecem a possibilidade de exoneração de aproximadamente dois mil e 300 funcionários de escolas, que foram contratados emergencialmente. Esses profissionais poderiam ser substituídos com terceirizações. Também comentou que nesse âmbito também pode ocorrer demissões de professores que estão em caráter temporário e, da mesma forma, terceirizações.

Em relação a comentários de demissões de funcionários ou professores temporários de escolas estaduais, a secretaria de Educação divulgou nota, onde afirma que em relação aos cargos de serventes e de merendeiras há estudo que propõe a terceirização, mas ainda nada definido. No tocante aos contratos temporários de professores, não existe nenhuma tendência de substituições.

No protesto desta terça-feira em Ijuí, o Cpers foi até a frente da 36ª Coordenadoria Regional de Educação onde no mobilizou por  22 minutos, visto a reposição salarial de 22 % que o governo gaúcho não concedeu à categoria e também contra terceirizacões.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!