Busca rápidaX

MANCHETES

Cpers pensa em acordo com Estado para recuperação de aulas

27 de novembro de 2017

O Cpers/Sindicato vai centralizar mobilização da greve do magistério em Porto Alegre, a fim de reivindicar que o governo estadual apresente nova proposta para a categoria. Na última sexta-feira, por pequena maioria, o sindicato dos professores e funcionários de escolas estaduais decidiu manter a paralisação que já ultrapassa 80 dias.

A diretora do 31º núcleo regional do Cpers, Teresinha Melo, disse que pelo período extensivo, muitos servidores retornaram ao trabalho. O Cpers quer, especialmente, o pagamento dos salários em dia. Teresinha Melo frisou que após o término da paralisação, a finalidade é efetuar acordo com o governo para recuperação das aulas.

A diretora do núcleo do Cpers regional ijuiense aproveitou para destacar que as mobilizações da entidade realizadas neste ano surtiram efeito, pois foi possível evitar votação de alguns projetos do governo Sartori que estavam na Assembleia Legislativa, por exemplo, que retiram direitos dos trabalhadores. Porém, ela também alerta que professores e funcionários de educandários estaduais estão há três anos sem reajuste salarial e reposição da inflação.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!