Busca rápidaX

Cpers Sindicato rejeita retomada das aulas presenciais em 2020

13 de outubro de 2020
Foto: Caco Argemi / Cpers Sindicato

Em Assembleia Geral, na última semana, o Cpers, sindicato dos professores e trabalhadores em educação do Rio Grande do Sul, aprovou a deliberação para que as aulas não sejam retomadas no sistema presencial este ano de 2020. Conforme a diretora do 31º núcleo do Cpers Terezinha Mello, não há como garantir a segurança dos trabalhadores neste momento. “Até o momento não chegaram os equipamentos necessários para garantir a segurança de todos os envolvidos na educação”, reiterou.

Ela comentou que espera que os prefeitos emitam decretos nas cidades proibindo, inclusive, o acesso dos alunos aos educandários Estaduais. Na última semana o Prefeito de Pejuçara Eduardo Buzatti disse publicaria este decreto com essa proibição. Inclusive o gestor que é presidente da Amuplam relatou que o Estado faz uma espécie de chantagem aos prefeitos, forçando a retomada presencial. 

O Governo do Estado diz que as cidades não têm gerencia sobre a educação Estadual e mantém a posição da retomada do Ensino Médio e Técnico para o dia 20 de Outubro, em todo o Rio Grande do Sul. Em recente fala, o Secretário Estadual de Educação Faisal Karam disse que o ponto dos professores faltantes será descontado na folha de pagamento.

Terezinha Mello relatou que o Estado coloca sob a responsabilidade dos professores, pais e alunos essa retomada e não aceita nenhum tipo de negociação. “O estado nunca negociou com a categoria. Os professores estão trabalhando em horário dobrado, neste momento, para garantir a aprendizagem dos alunos”, relatou Terezinha Mello.

O Cpers Sindicato propõe que as aulas sigam no sistema remoto neste ano e que seja criado uma ferramenta em 2021 para que os alunos recuperem os conteúdos perdidos neste tempo de pandemia.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!