Busca rápidaX

MANCHETES

CPI do Cemitério Jardim quer finalizar investigação até dezembro

23 de outubro de 2019

A CPI da Câmara de Vereadores que investiga irregularidades na distribuição de espaços no Cemitério Jardim teve, na manhã de hoje, uma nova audiência. Foram ouvidas três testemunhas, a fim de elucidar especificamente o caso da exumação irregular onde um corpo foi trocado de local sem o consentimento da família.

A audiência foi comandada pelo presidente da Comissão, Andrei Cossetin (PP). Segundo ele, tanto os depoimentos quanto a identidade das testemunhas estão sendo mantidos em sigilo, como forma de não atrapalhar as investigações.

A CPI também encaminhou pedidos para novas oitivas de testemunhas e documentações, solicitando apoio do Ministério Público, Polícia Civil e do poder Executivo para contribuição nas investigações.

A Comissão foi instaurada no fim de setembro, e um relatório deve ser entregue em até 90 dias. “Esperamos não precisar utilizar todo esse prazo, queremos concluir a investigação e entregar o relatório da CPI até o fim do ano. Precisamos dar à população a resposta que nos é exigida enquanto legisladores e fiscais do poder público”, disse Cossetin em contato com a reportagem da RPI.

A criação da CPI foi motivada por uma denúncia, na qual uma pessoa acusou os administradores do cemitério de trocarem o local da sepultura de sua mãe, sem nenhum tipo de consentimento dos familiares.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!