Busca rápidaX

Crimes contra a vida na Capital caem pela metade em 2019

12 de outubro de 2019
Vice-governador Ranolfo Vieira (em pé) apresentou os índices em Porto Alegre

Os indicadores criminais apresentados pelo Governo do Estado relacionados ao mês de setembro apresentaram uma queda acentuada em crimes contra a vida em Porto Alegre. Os números caíram mais da metade. No caso de latrocínios, as ocorrências reduziram 54,5% entre janeiro e setembro deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Foram 5 casos contra 11 do ano passado. É o resultado mais baixo da década na Capital gaúcha. Em setembro, nenhum latrocínio ocorreu no município. Nos casos de homicídios, a queda foi de 45,9% em Porto Alegre: 203 vidas foram preservadas até setembro, com 239 vítimas neste período, contra 442 do ano passado. Também é o melhor resultado da década. Considerando apenas o mês de setembro, a queda de homicídios na Capital foi de 51,2%, com 21 vítimas contra 43 de 2018.

Em relação aos crimes contra o patrimônio em Porto Alegre, o Governo do Estado destaca a queda nos índices de furto e roubo de veículos, considerado importante para a gestão, pois os casos estão muitas vezes relacionados a outros crimes. Na Capital, a queda foi de 41,5% nos casos de roubos entre janeiro e setembro deste ano, em comparação a 2018. Mais de 2,7 mil roubos a menos no ano. Até setembro, foram registrados 3.805 casos na cidade, contra 6.508 no mesmo período do ano passado.

A avaliação do Poder Executivo é que o resultado positivo passa pelo uso da tecnologia como aliada ao trabalho de policiamento ostensivo e investigação. Câmeras de videomonitoramento, para observação de importantes pontos de fluxo, e de cercamento eletrônico, capazes de fazer a leitura de placas e de emitir alertas automáticos quando identificam veículos em situação de furto e roubo ou com irregularidades administrativas, têm ampliado a efetividade das forças de segurança no combate aos crimes. Até o mês passado, o sistema já contava com quase 2 mil câmeras de videomonitoramento e cercamento eletrônico espalhadas em 54 cidades. No último dia 16, com investimento de R$ 18 milhões via emenda da bancada federal gaúcha e contrapartida do Estado, o governador Eduardo Leite assinou ordem para instalação de outras 525 câmeras em 36 municípios, dos quais 27 ainda não faziam parte do sistema da SSP. Ao final da implantação, cuja expectativa é de que esteja concluída até fevereiro, serão 81 cidades interligadas ao monitoramento da Secretaria.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí/Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!