Busca rápidaX

Champs Elysees

Cruz Alta já está sem médicos cubanos

21 de novembro de 2018

A saída de Cuba do programa “Mais médicos” afetará 28 milhões de pessoas no País, é o que diz a Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Cruz Alta,  já começa a sentir o mesmo efeito sem o trabalho dos profissionais. 

Em três Estratégias de Saúde da Família (ESF) – Primavera, Lizabel e Fátima – não há mais estes profissionais a partir de hoje (21), pois as médicas cubanas, apesar de ainda estarem na cidade, estão impedidas de trabalhar. “Ontem recebemos nota técnica da Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems) dizendo que os médicos e médicas cubanas não podem exercer a medicina dentro do programa, visto que foi cancelado o vínculo Brasil x Cuba” explica a  secretária municipal de Saúde Débora Espiña.

A secretaria municipal de Saúde informa que não haverá atendimento médico nestas ESF´s amanhã (22) e sexta-feira (23). O restante dos atendimentos que incluem enfermagem, dentistas e nutricionistas seguem normalmente.Em caso de urgência e emergência, os pacientes devem procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).  

Cruz Alta tem edital de contratação de médicos aberto há algum tempo. Apenas um profissional mostrou interesse na vaga de 40 horas com salário de R$ 14 mil.

 Confira como ficará a a escala médica de atendimentos para a próxima semana:

– Terça-Feira (27/11) pela manhã:

ESF Fátima e ESF Primavera;

 Quarta-Feira (28/11) pela manhã:

ESF Primavera;

– Quarta-feira (28/11) pela tarde:

ESF Fátima;

– Quinta-Feira (29/11) pela manhã:

ESF Primavera;

– Sexta- Feira (30/11) pela manhã:

ESF Lizabel.

Compartilhar
  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  
    10
    Shares
Fonte: Prefeitura de Cruz Alta / AI

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!