Busca rápidaX

Das ruas ao estádio: menino de 11 anos que junta papelão em Ijuí vai compor categoria de base do Grêmio

27 de outubro de 2021

Quem costuma andar pelas ruas de Ijuí já deve ter visto em algum momento o pequeno Isak Felipe de Oliveira Soares, de apenas 11 anos, ajudando a mãe a juntar latinhas e papelão. Essa é apenas uma das fontes de renda da família humilde que vive no bairro Thome de Souza, proximidades do parque da Pedreira. E foi com o dinheiro arrecadado através desses materiais que ele conseguiu comprar a primeira chuteira para frequentar os treinos na escolinha GBM de Ijuí, onde conta com a ajuda dos professores Jair Galvão e Guilherme.

Mas o sonho de Isak vai muito além das ruas, e o primeiro passo para a concretização dessa história já aconteceu: Há cerca de duas semanas, o pequeno teve a oportunidade de passar por testes na base do Grêmio, seu time do coração. Em Porto Alegre, ele mostrou que o sonho pode se tornar realidade: foi aprovado pela direção do time, e no próximo mês, no dia 22, viaja novamente à capital do estado, onde vai passar mais um período atuando junto a categoria de base do time. Se depender do talento do menino, esse é apenas o início de uma trajetória que tem tudo pra dar certo.

Apesar da situação de vulnerabilidade que a família vive, pessoas próximas afirmam que os pais do menino não medem esforços para ajudar outras pessoas. Prova disso é que além de Isak, seu pai, que trabalha como mototáxi, sua mãe, e seu irmão de 15 anos que vivem na casa, a família resgatou, recentemente, um senhor que vivia pelo bairro e enfrentava problemas com alcoolismo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!