Busca rápidaX

Decreto altera funcionamento do comércio não essencial e restaurantes em Ijuí

1 de setembro de 2020

A macrorregião missioneira está na bandeira vermelha, nesta semana, no sistema de distanciamento controlado do governo estadual referente à Covid-19. Aliás, a região é a única do Rio Grande do Sul nessa classificação, ou seja, risco alto para o novo coronavírus. Todas as demais regiões estão na bandeira laranja, de risco médio, com isso, numa situação mais estável.

A divulgação das bandeiras para essa nova rodada do distanciamento controlado aconteceu no final da tarde de ontem. A classificação vigora de hoje até a próxima segunda-feira. A região 13, de Ijuí, até encaminhou recurso para o Estado, após ter sido pré indicada em bandeira vermelha, na última sexta-feira, na informação prévia, mas não conseguiu reverter a situação.

Também ficaram na classificação vermelha para a Covid-19, as regiões de Cruz Alta, Santo Ângelo e Santa Rosa. No geral, as quatro regiões estão num quadro complicado sobre a doença, em razão do aumento de casos, hospitalizações e óbitos devido ao novo coronavírus. Também há falta de leitos de UTI. Já a região de Palmeira das Missões, que estava na bandeira vermelha até ontem, passou para a classificação laranja, devido à estabilização de leitos ocupados por pacientes com Covid-19.

Por outro lado, o governo estadual eliminou a trava de segurança para a saída das regiões com avaliação de risco alta. Ou seja, para sair da bandeira vermelha ou preta, não vão ser mais necessárias duas semanas consecutivas em bandeira de menor avaliação de risco.

Ijuí

Mesmo sem ter o recurso acatado pelo governo estadual, a região de Ijuí pode ter algumas regras diferenciadas a partir de hoje no tocante à Covid-19, visto o comitê de cogestão regional, aprovado no último domingo pelo próprio Estado.

Isso permite que cada um dos 20 municípios possa emitir decretos particulares, conforme avaliação da realidade do novo coronavírus na comunidade.= Algumas regras de funcionamento da área econômica e de outros setores até podem se iguais entre os 20 municípios da região 13, de Ijuí, em razão do comitê de cogestão.

Porém, especificamente em Ijuí, ontem à noite a prefeitura publicou novo decreto. Ficou definido que o comércio não essencial, por exemplo, lojas de roupas, calçados, empresas de veículos, de hoje até sexta-feira poderão atender clientes das 9 às 18 horas. Já no próximo sábado, dia 5, a atuação será das 9 às 13 horas. Segunda-feira que vem haverá feriado nacional, em função do dia 7 de setembro, visto comemoração da Independência do Brasil.

Por outro lado, em Ijuí, a partir de hoje os restaurantes à la carte, prato feito e buffet sem autosserviço, exceto aqueles localizados às margens de rodovias, vão poder atender clientes até sábado, das 10 às 15 horas. No entanto, precisa ser respeitado o limite de até quatro clientes por mesa. Também é necessário observar as medidas de distanciamento e os protocolos de higienização. Há possibilidade, ainda, dos restaurantes atuarem mediante tele-entrega e drive-thru de alimentos, após às 15 horas.

No tocante às igrejas em Ijuí, pode ocorrer lotação máxima de 10% conforme a capacidade do templo, segundo a bandeira vermelha, ou máximo de 30 pessoas. Já as academias têm liberdade para funcionar até sábado, das 7 às 22 horas, no entanto, com limite de alunos no mesmo momento, conforme o tamanho do estabelecimento.

O secretário de Governo de Ijuí, Telmo Alves, disse que foi necessário restringir mais o comércio e restaurantes, visto que o município está com muitos casos e aumento de óbitos da Covid-19, além de alta lotação em hospitais, por isso, é preciso reduzir a circulação de pessoas.

As demais regras, para outros setores, por exemplo, ao comércio essencial, que engloba farmácias e diversos segmentos, seguem praticamente as mesmas referentes à vigência da bandeira laranja. Isso também vale para os supermercados.

Regiões

A exemplo da região de Ijuí, as regiões de Cruz Alta e Santo Ângelo também possuem os comitês de cogestão, portanto, com regras mais brandas em várias situações, mesmo com a bandeira vermelha para a Covid-19 nesta semana.

O Executivo de Cruz Alta, no final da tarde de ontem, expediu decreto que mantém as regras da bandeira laranja, de risco médio. Os restaurantes podem funcionar das 7 às 20 horas e 30 minutos, e o comércio não essencial das 10 às 17 horas.

Em Santo Ângelo, da mesma forma, a prefeitura publicou normas específicas para o município. O comércio não essencial poderá desempenhar as atividades com 25% dos funcionários, até sábado, das 8 às 18 horas, limitado a um cliente por atendente. E a região de Santa Rosa, sobre Covid-19, por sua vez, encaminhou pedido e aguarda análise do governo estadual sobre aprovação do comitê de cogestão.

Covid-19 na 17ª CRS

Com mais 45 casos da Covid-19 entre sexta-feira passada e ontem, a 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, acumula 1.482 casos da doença, dentre os 20 municípios de abrangência. Somente em Ijuí são 880 casos, aumento de cinco infectados de domingo para ontem. Porém, 610 pessoas estão recuperadas na Colmeia do Trabalho e ainda há 140 casos suspeitos.

Já Ajuricaba passou de 16 para 17 casos do novo coronavírus; Catuípe, de 52 para 53; Condor, 43 para 47; Jóia, de oito para nove; Nova Ramada, de sete para 11; Panambi, de 71 para 75; Pejuçara, de 28 para 29; e São Martinho, de 103 para 105 casos da doença.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!