Busca rápidaX

Depois de atingir patamares recordes, preço da soja registra queda

20 de novembro de 2020

A soja registrou uma baixa nos preços nesta semana. Cotada na segunda-feira, na região de Ijuí, a 163 reais, o maior preço praticado, hoje o preço da saca de 60 kg é R$ 154,02. O corretor de cereais, Índio Brasil, afirmou que o que acontece neste momento é uma perda do excedente acumulado durante a disparada de preço em face do valor praticado na exportação.

Por ser uma mercadoria de exportação, Índio explica que a soja sempre é vendida sobre paridade de exportação. No entanto, como os estoques ficaram curtos, o preço interno se descolou do preço de exportação e subiu muito. A medida que se aproxima a colheita da oleaginosa no centro-oeste, o preço volta a se acomodar.

Ele reitera que as indústrias já estão com posição coberta até 15 de janeiro, ou seja, já negociaram as compras do cereal até meados do primeiro mês de 2021 e por isso reduzem as compras neste período. Índio afirma que todas as indústrias do Rio Grande do Sul estão com a soja comprada a futuro de estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, entre outros.

O corretor lembra que o preço da soja também tem influências do câmbio, dos prêmios e de Chicago. E sobre isso, Índio reitera que nos últimos dias o preço Chicago subiu e garantiu os melhores valores em 4 anos. Essa movimentação já era esperada, conforme Índio Brasil, e a tendência é que os preços da soja reduzam ainda mais, com expectativa de reaquecimento do mercado a partir de meados de janeiro.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!