Busca rápidaX

MANCHETES

Deputado Bohn Gasss denomina PEC 241 de proposta da morte e alerta para redução do salário mínimo

11 de outubro de 2016
Contrário a proposta da PEC dos gastos púiblicos, o vice líder da bancada do PT na Câmara dos Deputados, deputado Elvino Bohn Gass, contradisse o deputado e relator da matéria, Darcísio Perondi, PMDB. Segundo o parlamentar, a proposta irá atingir em cheio os investimentos em Saúde, Educação e o programa de valorização do salário mínimo, inclusive com diminuições de investimentos no setor agrícola.

Para Elvino Bohn Gáss, a PEC 241 é a proposta da morte. Segundo ele, isso limita o avanço do país no campo do trabalho e de políticas voltadas aos mais pobres. Bohn Gass utilizou a valorização do salário mínimo para explicar o ponto de vista com a proposta do governo. Segundo o parlamentar, caso a PEC 241 fosse aprovada nos governos anteriores, hoje,o salário mínimo seria de 550 reais. Assim, o brasileiro, segundo o deputado gaúcho, teria perdido ainda mais o seu poder de compra e o retorno em impostos para a união seria ainda menor.

 
 
 
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!