Busca rápidaX

Deputado Burmann não considerava ético nem correto permanecer no governo gaúcho com o PDT já em pré-campanha

5 de abril de 2017
A saída do deputado estadual, pelo PDT, Gérson Burmann, da secretaria de Obras, Saneamento e Habitação do Rio Grande do Sul se deu, exclusivamente, pelos rumos que o partido adota, no momento, com vistas à eleição de 2018. Durante entrevista nesta manhã na Progresso, Gérson Burmann esclareceu que não é ético e nem correto permanecer no governo Sartori, sendo que o PDT já tem pré-candidatos a governador e senador.
 
Segundo Burmann, durante os dois anos e três meses que esteve à frente da pasta foi possível realizar diversas obras. Citou a conclusão do hospital regional de Santa Maria; Instituto Educacional de Porto Alegre; com investimento de 22 milhões de reais; além do início da construção de nova estrutura do Instituto Geral de Perícias, obra de 30 milhões de reais.

O deputado ijuiense ainda observou outros serviços, como manutenção de escolas, inclusive em Ijuí e Catuípe. Agora, de volta ao parlamento gaúcho, Gerson Burmann disse que vai retomar a atuação de representação da região de Ijuí, até porque como secretário estadual pôde conhecer muitas ações.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!