Busca rápidaX

Deputado Federal Osmar Terra critica o isolamento e afirma que o pânico vai deixar o povo na miséria

23 de março de 2020
(Brasília - DF, 19/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa após a solenidade ao Dia Nacional do Futebol. Foto: Marcos Corrêa/PR

O Deputado Federal Osmar Terra (MDB) dividiu opiniões dos ouvintes da Rádio Progresso nesta manhã. Em entrevista ao programa Rádio Ligado, o ex-ministro da Cidadania do governo Bolsonaro mais uma vez provocou reações do público, ao afirmar o que já havia dito na semana passada: o exagero da população nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Na visão do parlamentar, que também é médico e já chegou a atuar como secretário de Saúde do Rio Grande do Sul, não há necessidade do fechamento do comércio e de tanto isolamento. Segundo ele, até o final do ano a gripe H1N1 vai ter causado mais óbitos do que o próprio coronavírus.

Questionado sobre a importância da comunidade se manter dentro de casa, o deputado responde: “É uma bobagem!”. Segundo Terra, o vírus já está espalhado, e vai cumprir seu curso natural, com o comércio aberto ou fechado, com os ônibus circulando ou não.
Ele acredita ainda que muitos já estão infectados e nem apresentaram sintomas porque já criaram anticorpos. Na opinião do político, é incontrolável as pessoas pensarem que ficar em casa vai impedí-las de contrair o vírus. O parlamentar afirma ainda que pela experiência na área da saúde e seguindo o exemplo da China, o coronavírus vai circular por, no mínimo, 13 semanas, ou seja, vai demorar pelo menos três meses para a economia começar a dar os primeiros passos novamente.

Osmar Terra defendeu durante a entrevista que, o pânico da comunidade vai impactar mais na economia, do que o próprio vírus e frisou mais uma vez que medidas simples de cuidados individuais e desinfeção do local de trabalho e estudo, com isolamento em caso de doença são suficientes.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!