Busca rápidaX

MANCHETES

Deputado Pompeo de Matos se posiciona contra a compra de vacinas pela iniciativa privada

7 de abril de 2021

A Câmara dos Deputados aprovou, ontem, 06, o texto-base de um projeto que autoriza empresas privadas a comprarem vacinas contra a Covid para imunizar os funcionários.Na prática, a principal mudança do texto é retirar a exigência, atualmente prevista em lei, de que as empresas só possam começar a vacinação própria após a imunização dos grupos prioritários pelo Sistema Único de Saúde. O texto também permite a compra de imunizantes autorizados por agências estrangeiras reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde, mesmo que não tenham registro ou autorização da Anvisa.

O texto segue agora ao Senado Federal. A mesma medida obriga a iniciativa privada a conceder de forma gratuita a mesma quantidade de doses compradas, ao SUS. Para o Deputado Federal Pompeo de Matos (PDT) a ideia é ruim, e poderá gerar um caos social no País. Contrário à proposta o parlamentar argumenta que se a iniciativa privada consegue adquirir os imunizantes o Governo Federal também consegue. “O problema não é dinheiro. Nós aprovamos um orçamento bilionário pra a compra de vacinas. O problema é encontrar um laboratório que possua o medicamento”, salientou.

Pompeo de Matos disse ainda que defende a distribuição gratuita da vacina anti covid pelo SUS, e entende que essa proposta fura a fila e afasta a camada mais frágil da sociedade do acesso a imunização.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!