Busca rápidaX

MANCHETES

Deputado pretende pedir anulação da sessão ou 1ª votação da AL/RS que aprovou fim do plebiscito para privatizações

28 de abril de 2021

Por 33 votos a 18, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou, ontem, em primeira votação o projeto do governo estadual que extingue a exigência de plebiscito para privatização da Corsan, Banrisul e da Procergs – Companhia de Processamento de Dados. Durante entrevista nesta manhã na RPI, o deputado, Edegar Pretto, do PT, criticou a aprovação e disse que possivelmente vai ser solicitada a anulação da sessão ou da votação. Isso porque, houve problema com o voto de um deputado, que participou da sessão por meio virtual. O voto desse parlamentar foi computado como favorável ao fim do plebiscito, porém ele não teria conseguido votar. Edegar Pretto frisou que todos os deputados das bancadas do PT, PDT e PSOL foram contra a matéria do Estado. Se ocorrer o fim do plebiscito, a tendência é que o governo gaúcho encaminhe, inicialmente, a privatização da Corsan. O deputado petista afirma que é contrário a esta venda, até porque ano passado a estatal teve lucro de 400 milhões de reais, ou seja, é altamente positiva.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!