Busca rápidaX

MANCHETES

Deputados estaduais aprovam privatização da Corsan

31 de agosto de 2021

Em sessão realizada nesta terça-feira (31), a Assembleia Legislativa aprovou a privatização da Corsan (Companhia Rio-Grandense de Saneamento), proposta pelo Governador Eduardo Leite. Apesar da resistência e dúvidas de prefeitos, deputados da oposição e sindicatos que promoveram protestos ao longo do dia na Capital, a base aliada garantiu 33 votos favoráveis para aprovar a matéria com folga, pois o mínimo necessário era 28. 19 deputados votaram contra. No entanto, outro texto sobre a Corsan, que cria Unidades Regionais, também protocolado pelo Executivo, teve a sua votação postergada, a partir de um acordo dos líderes do parlamento. Esta matéria é ainda mais polêmica, em razão da regionalização, e por isso tem muita resistência dos prefeitos e recebeu até uma contraproposta apresentada pelo presidente da Assembleia Gabriel Souza (MDB), com objetivo de assegurar a autonomia das administrações municipais.

Também foi aprovada uma emenda, de autoria do líder do governo Frederico Antunes (Progressistas), que altera algumas regras e garantias articuladas junto à Famurs. A emenda foi aprovada por 32 votos a 18. O Governo do Estado justifica que a venda da Corsan é necessária para se adequar a uma lei aprovada no Congresso Nacional sobre o Marco Legal do Saneamento, que exige investimentos até 2033 na área. Para Leite, apenas a iniciativa privada conseguiria atingir as metas estabelecidas. Com a medida aprovada, a intenção do Governador é abrir o capital da empresa estatal na bolsa de valores, transferindo o controle acionário para um ente privado. Ainda em campanha em 2018, Eduardo Leite prometeu que não iria vender a Corsan, porém já admitia a ideia de abril o capital da empresa na bolsa.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!