Busca rápidaX

MANCHETES

Dez vegetais que deve incluir já na alimentação

6 de outubro de 2017
Quando o objetivo é ter uma alimentação mais saudável, variada e colorida, não há nada melhor do que reforçar todos os dias o consumo de vegetais.

Por serem ricos em vitaminas e minerais, estes alimentos têm um impacto direto e positivo na saúde… especialmente se forem escolhidos a preceito. Embora todos os vegetais tenham os seus benefícios para a saúde, existem 10 que prometem ser ainda mais poderosos, escreve o site Reader's Diggest.

Comecemos pela cebola, um dos alimentos maus comuns na culinária portuguesa. Quando consumidas cruas – ou cozinhadas a temperaturas reduzidas -, as cebolas oferecem antioxidantes e fitoquímicos, que ajudam no combate ao cancro da próstata. Se forem consumidas lado a lado com abacate ou tomate, as cebolas conseguem controlar os níveis de açúcar no sangue.

Também o milho é uma excelente opção, isto, claro se não estivermos a falar do que é comercializado em latas e que possui um sem fim de químicos e aditivos para aumentar a validade. O milho é detentor de bons níveis de antioxidantes como a luteína, um importante componente para a prevenção da cegueira.

Amigas de quem pretende reforçar os níveis de proteína sem consumir, para isso, mais carne, as ervilhas são um outro alimento a consumir mais vezes, estando o consumi diário associado a um menor risco de cancro do estômago.

Os níveis de colesterol podem ser mais facilmente controlados com o consumo regular de couve-de-folhas (ou couve kale), já a prevenção de vários tipos de cancro pode depender do simples hábito de comer mais brócolos, um dos alimentos que mais propriedades tem, incluindo cálcio.

Com mais vitamina do que a laranja e um porte calórico de apenas 32 calorias por cada 100 gramas, o pimento vermelho é um dos alimentos a considerar, não só pela cor que dá ao prato, mas também por ser aliado do coração e das articulações.

Conta a publicação que o espinafre deve ser também protagonista mais vezes, não fosse este um dos vegetais que mais favorece a saúde dos olhos. Quando cozinhados, a luteína dos espinafres é mais facilmente absorvida pelo organismo.

Os brotos de alfafa assumem o papel de escudo protetor contra o cancro do pulmão e ajudam a manter a pele, as unhas e o cabelo mais fortes e saudáveis.

Amadas por uns e odiadas por outros, as couves-de-bruxelas possuem altos níveis de antioxidantes capazes de libertar o organismo dos radicais livres que possam causar cancro. O coração e os olhos também ficam a beneficiar com a inclusão de mais couves-de-bruxelas nas refeições.

Por fim, mas não menos importante, está a beterraba, um tubérculo de cor e sabor caraterísticos que promete ajudar a lutar contra o cancro, não fosse este um dos alimentos nutricionalmente mais poderosos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!