Busca rápidaX

Diminuição de internações e menor projeção de óbitos: os argumentos das Missões para reverter bandeira sobre a Covid-19

12 de julho de 2020

O município de Santo Ângelo e região das Missões rebatem números do Estado que, na última sexta-feira, colocou preliminarmente a região na bandeira vermelha no sistema de distanciamento controlado da Covid-19 para esta próxima semana.

Os recursos podem ser protocolados até hoje. Amanhã, 13, o Estado vai avaliar e publica a bandeira definitiva. No momento, a região de Santo Ângelo está na bandeira laranja.

Segundo o secretário de Saúde de Santo Ângelo, Luís Carlos Cavalheiro, houve inconstância de dados no que se refere à ocupação de leitos clínicos, que está em 9% na região das Missões, e de internações em leitos de UTI, atualmente em cerca 13%

Cavalheiro ainda disse que a projeção de óbitos que o Executivo gaúcho faz não se confirma. Santo Ângelo acumula 247 casos da Covid-19, no entanto, com 184 pessoas recuperadas. Três pessoas estão hospitalizadas, uma delas na UTI.

Já o prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani, frisou que além da revisão dos dados, os municípios das Missões solicitarão um Termo de Ajustamento de Conduta ao Ministério Público Federal para utilização de medicamentos de tratamento precoce da Covid-19.

Entre eles estão a Ivermectina, Hidroxicloroquina e Azitromicina. Brondani ainda destacou que houve aumento no número de recuperados da doença e que apesar de ter ocorrido maior número de casos positivos, estes são de pessoas assintomáticas, que permanecem em casa, sem hospitalização.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e Grupo Sepé
error: Conteúdo protegido!