Busca rápidaX

Direção da CCGL comemora abertura do mercado chinês para lácteos, mas alerta para ações internas

26 de julho de 2019

A região de Ijuí poderá ter resultados positivos para produtores de leite, com o anúncio do governo da China que habilitou indústrias brasileiras para exportar produtos lácteos para aquele país. Porém, esse foi apenas o primeiro passo, segundo disse nesta manhã, durante entrevista na Progresso, o diretor/superintendente da CCGL de Cruz Alta, Guillermo Enrique Dawson.

Agora, por exemplo, é preciso credenciar os produtos no mercado chinês. Além disso, existe necessidade de convencer os consumidores chineses sobre a qualidade dos lácteos brasileiros, até para ganho de competitividade. Guillermo Dawson destacou que tudo isso significa fazer bem o trabalho de casa no Brasil, também com mais ações junto a produtores de leite no âmbito da qualidade.

A CCGL é uma das 24 estruturas brasileiras habilitadas para vender produtos derivados do leite para a China, conforme anúncio feito nesta semana. A cooperativa, instalada em Cruz Alta, vai exportar leite em pó e creme de leite.

No entanto, segundo Guillermo Dawson, ainda não é possível definir qual a quantidade a ser vendida para o mercado chinês e nem se haverá exportações permanentes ou apenas por períodos, pois tudo depende do que foi exposto, por exemplo, em termos de qualidade e convencimento sobre a produção brasileira.

O diretor/superintendente da CCGL, na mesma entrevista na RPI, enfatizou que a repercussão para o produtor que entrega leite na cooperativa, em termos de melhoria de preço e quantidade, visto a abertura do mercado chinês, também depende dos mencionados desdobramentos. Conforme Guillermo Dawson, o que dá para afirmar, no momento, é que a decisão da China de comprar lácteos do Brasil abre uma excelente oportunidade para o mercado nacional.

Além da CCGL, a unidade da Lactalis de Ijuí foi habilitada para vender leite em pó, fórmula infantil, soro de leite em pó, queijos e outros para a China. Já a Nutrifont Alimentos, de Três de Maio, vai exportar para a China, whey protein, soro de leite em pó e outros.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!