Busca rápidaX

Direção da Penitenciária de Ijuí analisa possibilidade de implantar curso profissionalizante para presidiários

21 de fevereiro de 2017
A direção da Penitenciária Modulada de Ijuí se esforça para implantar, pelo menos, um curso profissionalizante na casa prisional. Ontem, durante visita que a comissão especial da Assembléia Legislativa gaúcha que trata da Função Social das Igrejas nos Presídios fez na própria Penitenciária, o diretor substituto do local, Oséias Pinheiro do Amaral, disse que defende dois cursos.

Um deles é o curso de marcenaria e outro de eletrotécnica, com preferência para o segundo, pois exige menos equipamentos para implantação. Nessa semana, Oséias Amaral vai ter reunião com o responsável pela 36ª Coordenadoria Regional de Educação, Cláudio da Cruz de Souza, para debater o tema. No momento, não há curso profissionalizante e nem vagas de emprego ofertadas por empresas dentro da Penitenciária ijuiense.

O único tipo de trabalho existente se refere às atividades de manutenção da casa prisional, lavagem de roupas e confecção de alimentos, em que os presos podem atuar. O deputado Missionário Volnei, relator da comissão, chamou atenção para a necessidade de reduzir o índice de reincidência em crimes de pessoas que saem das cadeias, pois atualmente, 70% dos presidiários voltam a praticar delitos após ganharem liberdade.
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •