Busca rápidaX

Dívidas milionárias provocam falta de repasses do estado a hospitais do RS

13 de novembro de 2018
Foto: Stanley Matias/G1

Atraso de salários e adiamento de cirurgias são algumas das dificuldades pelas quais os hospitais que dependem de recursos do Governo do Rio Grande do Sul estão passando. São dívidas milionárias, que deixam pacientes sem saber onde procurar atendimento médico.

Na Santa Casa de Uruguaiana, na Fronteira Oeste, o pagamento dos profissionais está atrasado há quase um ano por causa da falta de repasses. A direção diz que o estado deve R$ 1,5 milhão.

Já na Santa Casa de Rio Grande, na região Sul, a diretoria reclama que não recebeu R$ 5 milhões do governo. Os funcionários não recebem há três meses. A instituição não interrompeu os atendimentos, mas tem dependido de doações de alimentos da comunidade.

Na Santa Casa de Pelotas, também no Sul do estado, as cirurgias de traumatologia estão atrasadas. Pelo menos 900 pessoas esperam pelo procedimento. A direção diz que o estado não envia recursos desde agosto e a dívida já chega a quase R$ 700 mil.

O Hospital Montenegro, de Porto Alegre, que é referência para 14 municípios, passa por uma dívida de mais de R$ 4,2 milhões, segundo a direção. Além do atraso de dois meses nos repasses, o estado reteve cerca de um terço do dinheiro que vem do governo federal. O ambulatório de especialidades do hospital está fechado desde a semana passada para cortar custos. No local, 150 pessoas eram atendidas em média por dia com consultas médicas e exames, que foram cancelados. Pelo menos até o fim do ano, o hospital também não vai fazer cirurgias que não sejam de urgência.

Em nota, o Palácio Piratini disse que repassou os R$ 54 milhões de recursos da União para os serviços prestados pelo SUS nesta segunda-feira (12). Ainda afirmou que deve informar a data de pagamento, nos próximos dias, de mais duas parcelas, totalizando R$ 130 milhões de incentivos à saúde, que estão atrasados.

Palácio Piratini, sede do governo gaúcho — Foto: Leandro Osório/Especial Palácio Piratini

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: editada de g1.globo.com
error: Conteúdo protegido!