Busca rápidaX

MANCHETES

Durante encontro em Ijuí, produtores pedem novas políticas públicas contra endividamento

16 de fevereiro de 2018

A realidade do endividamento agrícola tem diferenciação entre segmentos, conforme levantado hoje pela manhã durante reunião da Fetag em Ijuí. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí, Carlos Karlinski (foto), frisa que em relação à soja existem produtores com débitos no sistema financeiro, mas também com cerealistas e empresas.

No trigo o problema é com agilização da análise e liberação dos Proagros; e com o leite o que preocupa são os custeios pecuários, que começam a vencer. Karlinski explica que uma das questões sugeridas é tentar derrubar veto de legislação para renegociar dívidas. Porém, é preciso mais, ou seja, políticas públicas com medidas mais concretas, por exemplo, controle da importação do leite do Mercosul e preço justo para os produtos agrícolas, segundo os custos de produção.

O deputado federal, Jerônimo Goergen, do PP, que coordena comissão externa do endividamento agrícola na Câmara Federal, esteve no encontro desta manhã em Ijuí e à tarde participou do mesmo debate em Santa Rosa.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!