Busca rápidaX

Eduardo Leite garante apuração rigorosa em assassinato de homem negro no Carrefour em Porto Alegre

20 de novembro de 2020

Menos de 12 horas após o crime ocorrido no Carrefour, na zona norte de Porto Alegre, no qual João Alberto Silveira Freitas, um homem negro, de 40 anos, foi espancado e assassinado por dois seguranças, brancos, do supermercado, o Governador Eduardo Leite se reuniu com o comandante-geral da Brigada Militar, Coronel Rodrigo Mohr Picon e a chefe da Polícia Civil, Nadine Anflor e se manifestou no início da manhã desta sexta-feira (20), dia da consciência negra, em um vídeo de cinco minutos divulgado nas redes sociais. Leite disse que as cenas, do crime que circulam pela internet, o deixaram indignado pelo excesso de violência que levou a morte de um cidadão negro. O Governador ressaltou que todas as circunstâncias do assassinato estão sendo apuradas para que os responsáveis sejam punidos.

A chefe da Polícia Civil, Nadine Anflor, informou que os dois homens que aparecem nas imagens agredindo João Alberto foram presos por homicídio triplamente qualificado e que mais duas pessoas, ao longo do inquérito policial, serão investigadas. Nadine ainda aproveitou para anunciar que no dia 10 de dezembro será inaugurada a primeira delegacia de intolerância, com objetivo de auxiliar as vítimas destes crimes de racismo e outros ocorrências de intolerância. Um dos homens presos, é um policial militar temporário. O comandante-geral da BM explica que o PM temporário tem a função de substituir policiais militares de carreira, que atuam na rua, em funções administrativas, de videomonitoramento, funções internas e salienta que ele não tem vínculo com o Estado. O homem será expulso da corporação e responder civilmente pelo crime.

Leite assegurou todo o esforço do Estado na apuração para que os responsáveis enfrentem a justiça. O governador acrescentou que eles terão direito a defesa, mas comentou que as cenas são incontestes de que houve excesso. Leite ainda afirmou que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos vai acompanhar toda a investigação de perto e finalizou prestando solidariedade aos familiares e amigos da vítima e garantindo que a apuração seja rigorosa para dar consequência a este ato lamentável. O vice-governador e Secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, em isolamento pois testou positivo para a covid-19, se manifestou pelas redes sociais. Ele considerou as imagens “horripilantes”, disse que os fatos serão apurados à sua exaustão e que ações desta natureza não podem ser admitidas.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!