Busca rápidaX

Em entrevista na RPI, diretor do Simers alega perda de 57% nos últimos cinco anos na tabela do IPE

7 de dezembro de 2016
O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul tenta na Justiça o reajuste da tabela de pagamento de honorários por parte do Instituto de Previdência do Estado. Ontem o Simers ingressou com ação coletiva contra o IPE. Nesta manhã, em entrevista na Progresso, o diretor do sindicato, Jorge Eltz, disse que desde 2011 os médicos conveniados ao IPE não recebem reajuste nas tabelas de atendimento dos pacientes.

Segundo ele, isso acumulo déficit de 57%, percentual de reposição requisitado na Justiça. Jorge Eltz comenta que no momento o médico ganha em torno de 47 reais por consulta via IPE, mas de lucro sobra cerca de 5 reais, se descontar os gastos. Isso leva muitos profissionais a não marcar mais consultas para conveniados do Instituto de Previdência do Estado.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!