Busca rápidaX

Em entrevista na RPI, presidente do Cpers ressalta avanços com novo plano de carreira do magistério

31 de janeiro de 2020

O Cpers/Sindicato, que representa professores e funcionários de escolas estaduais gaúchas, considera que as mudanças ocorridas no projeto original do governo estadual suavizaram a alteração no plano de carreira das mencionadas categorias.

A aprovação do novo plano de carreira de professores e funcionários de escolas estaduais aconteceu nesta semana, durante sessão extraordinária da Assembleia Legislativa. Durante entrevista hoje pela manhã na RPI, a presidente do Cpers, Helenir Schürer, disse que em acordo entre a entidade e a bancada do MDB no parlamento gaúcho, foi possível alterar três pontos.

Um deles garante que a partir do próximo ano não haverá mais utilização dos triênios para compor o reajuste salarial do magistério, o que acontece no momento e representa menos ganhos para os trabalhadores em educação.

Outro ponto melhorado foi o estabelecimento da diferença entre os seis níveis do magistério no caso de aumento salarial. Isso significa que o reajuste salarial vai garantir o distanciamento de ganhos entre os níveis, segundo a formação de cada profissional.

Por outro lado, Helenir Schürer comentou na mesma entrevista na Progresso que no novo plano de carreira do magistério ficou garantido que serão incorporadas na aposentadoria questões como o difícil acesso, triênios, quinquênios, insalubridade, dentre outras gratificações.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!