Busca rápidaX

Em entrevista na RPI, secretário de Educação do RS confirma início do ano letivo de 2017 em 6 de março

1 de dezembro de 2016
A maioria das escolas estaduais do Rio Grande do Sul vai terminar o atual ano letivo antes do Natal, porém algumas terão que ingressar com aulas até o início de janeiro, visto a recuperação de dias letivos em função da greve do magistério. Foi o que disse nesta manhã durante entrevista na Progresso o secretário estadual de educação, Luis Antônio Alcoba de Freitas.

Ele pede bom senso de professores e equipes diretivas para não fazer nova paralisação neste fim de ano para que não haja prejuízo aos estudantes. O Cpers ameaça fazer movimento caso o governo gaúcho não pague em dia os salários de dezembro e o 13º salário. O secretário comentou que no momento ocorre processo de matrículas ou rematrículas o que é fundamental para identificar a necessidade de recursos humanos ao próximo ano letivo.

Ele adianta que haverá necessidade de novas nomeações de professores estaduais e até de contratações temporárias para áreas em que não existem profissionais concursados na banca de reserva. Luis Antônio Alcoba de Freitas defendeu a racionalização de turmas de estudantes, onde há poucos alunos. Ainda adiantou que provavelmente no ano que vem o Estado deve organizar novo concurso público para o magistério gaúcho.

Já o ano letivo de 2017 vai começar no dia 6 de março, porém os professores e equipes diretivas retornam às escolas um pouco antes. Na mesma entrevista na RPI, o secretário de Educação do Rio Grande do Sul informou que neste ano os investimentos em melhorias ou ampliações de escolas estaduais na área de abrangência da 36ª Coordenadoria Regional de Educação, com sede em Ijuí, chegam a quase 2 milhões de reais.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!