Busca rápidaX

Em entrevista na RPI, vice-presidente da Federasul defende tratamento diferenciado para retomada de ações

30 de março de 2020
Em Ijuí, nesta segunda-feira o comércio retomou ações, mas com atendimentos mais restritos

A Federasul – Federação das Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul – entende que o debate sobre funcionamento das empresas nesse período de pandemia de coronavírus precisa abranger um amplo leque de segmentos.

Durante entrevista hoje pela manhã na RPI, o vice-presidente da Federasul, Anderson Cardoso, disse que junto com os segmentos considerados essenciais para a sociedade, e que precisam seguir o funcionamento, existem as áreas que servem essas empresas com matéria-prima, por isso também necessitam seguir as operações.

Citou exemplo de um empreendimento que produz álcool gel no Rio Grande do Sul e que precisou parar as ações, porque a empresa que produz as embalagens para acondicionar o produto, teve que paralisar os trabalhos, por conta das restrições devido ao coronavírus. Com isso, faltou as embalagens.

O vice-presidente da Federasul ainda defendeu tratamento diferenciado para cada região gaúcha sobre funcionamento da economia, pois, a realidade do coronavírus também é diferente entre os locais.

Na mesma entrevista na RPI, Anderson Cardoso defendeu que o cuidado com a saúde e o aspecto econômico têm que andar lado a lado, por isso, necessidade de medidas alternativas para manter os empregos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!