Busca rápidaX

Em mensagem ao parlamento, Leite cita três prioridades para 2021

9 de fevereiro de 2021

O Governador Eduardo Leite ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa na tarde desta terça-feira (09), na sessão especial que abriu oficialmente o ano legislativo no Rio Grande do Sul. A sessão foi híbrida, com a participação dos parlamentares de forma presencial ou remotamente através de videoconferência. Durante cerca de meia hora, Eduardo Leite transmitiu uma mensagem ao parlamento, classificada por ele próprio, como uma mensagem de otimismo e respeito. O governador dedicou a maior parte do seu tempo, no entanto, para novamente reiterar que o Estado vive uma crise, mencionando gestões anteriores, ainda que dizendo que não se tratava de um julgamento de seus antecessores. Leite explicou que cada governante tomou suas decisões na época em contextos diferentes, mas que resultaram no crescimento de despesas e inchamento da máquina. O Governador ainda citou os resultados adquiridos ao longo de sua gestão, como a redução dos déficits orçamentários, aprovação de reformas em conjunto com os deputados e medidas de reequilíbrio fiscal que permitiram pagamento de dívidas com hospitais e a quitação em dia da folha salarial, após 57 meses de atrasos consecutivos.

Foi apenas em seus últimos minutos de discurso que Leite falou sobre os próximos passos da gestão no legislativo. Três projetos foram citados pelo governador, como a reforma da previdência para os servidores militares, que foi reenviada à Assembleia, um ano depois da aprovação da reforma administrativa e também a readequação ao novo regime de recuperação fiscal, que teve pontos alterados pelo Governo Federal. Leite ainda comentou que uma nova reforma tributária será encaminhada ao parlamento para discussão em 2021, com objetivo de ampliar a competitividade do Estado. O Governador também destacou a proximidade entre os poderes executivo e legislativo na construção de consensos e garantiu a disposição ao diálogo, para convencer e ser convencido, mesmo que a agenda proposta pelo governo não seja popular e simpática, mas que serão muito relevantes para o futuro e como legado para as próximas gerações.

Após a mensagem de Eduardo Leite, o presidente da Assembleia Gabriel Souza (MDB) encerrou a sessão especial e convocou os deputados para a primeira sessão ordinária deliberativa, marcada para o dia 23 de fevereiro. Mais cedo em reunião da mesa diretora, Souza colocou em pauta o tema prioritário do parlamento em 2021: a vacinação contra a covid-19 para os gaúchos. Foi decidido na reunião que será criada uma comissão externa para acompanhar e auxiliar nas decisões envolvendo a aplicação e aquisição, caso necessária, dos imunizantes.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí/Foto: Joel Vargas/Agência ALRS
error: Conteúdo protegido!