Busca rápidaX

Em Rolante, homem é preso após a tentativa de incriminar a namorada por tráfico de drogas

28 de dezembro de 2017
A Polícia Civil, por meio da DP de Taquara, prendeu na tarde desta quarta-feira (27), em Rolante,  o mentor de uma armação que resultou na prisão em flagrante de uma jovem inocente, em Taquara, por suposto crime de tráfico de drogas.  A jovem universitária, de 24 anos, foi presa em flagrante no dia  20/11/2017, por volta das 19h,  após denúncia anônima recebida pela Brigada Militar.

Segunda o denunciante, que chegou a ligar mais de uma vez para a polícia, naquele momento, ela estaria traficando drogas em frente a uma faculdade, no centro de Taquara, em um veículo de marca Ford/Fiesta Edge, que, de acordo com a denúncia, sempre era utilizado para a entrega dos entorpecentes no local. Após revista efetuada pelos policiais, foi encontrada,  no veículo, uma pochete contendo algumas buchas de maconha e de crack. A estudante foi presa em flagrante por tráfico de drogas e foi encaminhada para o Presídio Madre Pelletier.

Todavia, durante as investigações, foi apurado pela Polícia Civil que tudo não passou de uma armação executada pelo ex-companheiro da jovem universitária, um homem de  49 anos de idade. Ele próprio adquiriu as drogas e as colocou no carro da ex-companheira, fazendo a denúncia anônima em seguida, provocando a sua prisão. Além disso, também tentava denegrir a imagem da vítima no seu trabalho, mandando mensagens  difamatórias  para sua empregadora. Ainda foram enviadas pelo indivíduo outras mensagens, sendo que uma delas, inclusive, continha cunho ameaçador.

Depois da confirmação dos crimes, que foram confessados pelo indivíduo em um áudio, a autoridade policial representou por sua prisão preventiva, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Por se tratar de um caso de violência doméstica, a vítima foi informada do direito de solicitar medidas protetiva previstas na Lei Maria da Penha.

No áudio, o autor do delito diz que fez a armação, denominada por ele como “ladaia”, para depois da prisão, provar o seu amor pela ex-companheira, vendendo o carro para pagar advogado e libertando-a do cárcere.

Após várias tentativas de sua captura, na tarde de hoje, em Rolante, o homem foi preso e conduzido para a DPPA de Taquara, onde foi interrogado formalmente e se reservou ao direito de silêncio.

O inquérito policial foi encerrado pela Polícia Civil com indiciamento do referido indivíduo pelos crimes tráfico de drogas (pena: reclusão de 5 a 15 anos), denunciação caluniosa (pena: detenção de 2 a 8 anos), ameaça (pena: detenção de 1 a 6 meses), injúria (pena: detenção de 1 a 6 meses) e difamação (pena: detenção de 3 meses a 1 anos).

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!