Busca rápidaX

Em seu primeiro depoimento após ser preso, Lula nega ser dono do sítio em Atibaia e diz que processo é “farsa”

15 de novembro de 2018
Reprodução / JFPR

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, negou ontem (14) ser dono do sítio em Atibaia, onde esteve por diversas vezes após deixar a Presidência da República. A declaração foi dada em seu primeiro depoimento após ser preso, em audiência na Justiça Federal de Curitiba, que durou duas horas e 38 minutos. A juíza do caso e que interrogou o petista é Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro.

No processo, Lula é acusado de ter facilitado contratos na Petrobras para as construtoras Odebrecht e OAS em troca de reformas no sítio.

Lula classificou o processo como uma farsa e repeliu as acusações de que teria facilitado contratos na Petrobras para as construtoras Odebrecht e OAS em troca de reformas no imóvel. O ex-presidente admitiu usar o sítio para descansar após o fim do segundo mandato e disse ter pensado em comprá-lo em 2016 para agradar a ex-primeira-dama Marisa Letícia — “eu tinha dinheiro para comprar o sítio”, enfatizou — mas desistiu porque o dono não quis vender e foi taxativo sobre a propriedade: “o sítio não é meu”, afirmou.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: editada de gauchazh.clicrbs.com.br
error: Conteúdo protegido!