Busca rápidaX

MANCHETES

Emater divulga levantamento sobre situação do rebanho bovino no Estado

23 de março de 2019

As pastagens perenes e o campo nativo mantêm certo desenvolvimento e razoável oferta para o rebanho, com rebrote favorecido pela chuva e temperaturas altas. Algumas áreas das pastagens de verão que foram bem manejadas ainda estão permitindo pastejo, mas o ciclo já foi encerrado na maior parte delas. Em alguns municípios, como Capão do Cipó, já houve início a implantação de pastagens de inverno (aveia).

Bovinocultura de corte

O rebanho de gado de corte apresenta bom estado nutricional e sanitário. Em algumas propriedades, ainda há infestação por carrapatos e mosca-do-chifre, obrigando os produtores a realizarem o controle. De maneira geral, há boa oferta de pastagem para o rebanho, que apresenta bom ganho de peso sob condições de manejo adequado do pastejo (lotação).

A nutrição do rebanho é responsável pelo maior custo de criação, por isso são fundamentais pastagens abundantes e de alta qualidade. Em períodos de escassez, como o período outonal ou vazio forrageiro, ou também em caso de baixas precipitações pluviométricas, a dieta dos animais é completada com suplementação no cocho com sal mineral e alimentos conservados.

No campo nativo, é época de floração da maioria das plantas de verão, momento oportuno para melhorar o banco de sementes do solo através de diferimento.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!