Busca rápidaX

MANCHETES

Ernani Polo assume presidência da Assembleia Legislativa

3 de fevereiro de 2020

A Assembleia Legislativa tem uma nova gestão a partir desta segunda-feira (03). Em sessão solene, a nova mesa diretora foi eleita para a condução dos trabalhos em 2020. O deputado Ernani Polo (PP) será o presidente do poder legislativo gaúcho neste período. A mesa diretora terá ainda o deputado Zé Nunes (PT) como 1° vice-presidente e a deputada Franciane Bayer (PSB) como 2° vice-presidente. Os secretários eleitos são Gabriel Souza (MDB), Dirceu Franciscon (PTB), Zilá Breitenbach (PSDB) e Luiz Marenco (PDT). A posse do novo presidente do parlamento foi prestigiada por muitas autoridades e políticos. Entre eles, o Governador Eduardo Leite, o deputado federal Geronimo Georgen (PP), os senadores Luiz Carlos Heinze e Lasier Martins, além dos ex-governadores Jair Soares, Olívio Dutra, Germano Rigotto, José Ivo Sartori e Tarso Genro.

Com o slogan “sou gaúcho, tenho atitude”, Polo iniciou sua gestão com discurso de moderação e a favor do desenvolvimento e do progresso do Estado. Como tema central, o presidente escolheu o estímulo a competitividade no Rio Grande do Sul. “A pauta da competitividade precisa unir setor público e iniciativa privada em torno de um modelo que eu chamo de “Ecossistema Empreendedor”. Vamos trabalhar de forma integrada com os demais poderes, fazer uma articulação com propósitos claros pelo RS”, discursou Ernani Polo. Num momento de extremismos, apontado pelo presidente, o tom adotado é de moderação e convergência para que todos se unam em torno do objetivo de superar a crise. Polo citou como metáfora um trem, que representa o Estado. “Podemos estar em vagões diferentes, mas estamos no mesmo trem, indo para o mesmo caminho.”

Ernani Polo ainda garantiu que os programas iniciados pelo antecessor a frente do legislativo, Luis Augusto Lara (PTB), como a campanha Valores que Ficam e o Cresce RS serão mantidos. “Não mudarei de nome para chamar de meu”, disse o progressista, ressaltando que a continuidade nas gestões deve ser um exemplo a ser seguido. Em seu último discurso como presidente da Assembleia, Lara defendeu que as alíquotas de ICMS majoradas não sejam renovadas ao fim do ano, promovendo assim uma redução de impostos, principalmente na área de combustíveis.

PERFIL
Natural de Ijuí, Polo foi criado no município vizinho de Santo Augusto, na região Noroeste. Tornou-se técnico em contabilidade e se formou em Direito pela Ulbra. O interesse pela política surgiu em casa. O pai foi prefeito de Santo Augusto duas vezes e a mãe, vice-prefeita da cidade. Em 2000, Ernani foi eleito vereador na Câmara local. No ano seguinte, tornou-se presidente da Câmara Municipal e chegou a assumir interinamente como prefeito.

Em 2010, disputou pela primeira vez uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo PP, fazendo 38.767 votos. Ficou na suplência, mas assumiu a cadeira em dezembro do ano seguinte. Durante o primeiro mandato, presidiu a Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, coordenou as Frentes Parlamentares em Defesa dos Consumidores de Energia Elétrica e Telefonia e também das Pessoas com Deficiência, além de ter criado e presidido a CPI da Telefonia. Em 2014, foi reeleito com 57.427 votos, sendo o 10º deputado mais votado do Estado. Nesse mandato, foi presidente da Comissão de Ética. No ano seguinte, assumiu a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação no governo de José Ivo Sartori (MDB). Reassumiu a cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa em 2018, ano em que garantiu o terceiro mandato com 67.248 votos, sendo o 8º deputado mais votado do RS.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!