Busca rápidaX

Escolas param quase na totalidade em Ijuí devido a protestos contra governo federal nesta sexta-feira. Demais serviços podem ser parciais

28 de abril de 2017
A greve geral chamada por centrais sindicais acontece hoje no Brasil, em protesto, especialmente contra reformas da Previdência Social e trabalhista. Em Ijuí, a mobilização inicia logo mais, às 9 horas, na Praça da República e deve seguir no mesmo local até às 15 horas. Após, às 18 e 30 haverá protesto na Fidene e campus da Unijuí. Há pouco, tratores foram estacionados em frente à agência da Caixa Federal, centro da cidade.

As escolas municipais devem parar na totalidade, assim como os educandários da rede particular. Das 62 escolas estaduais da região de Ijuí, 40 informaram paralisação para hoje. Municipários também devem aderir, por isso há perspectiva de que servidores da prefeitura ijuiense não trabalhem nesta sexta-feira. O Executivo de Ijuí vai atuar, porém a prestação dos serviços depende da adesão de funcionários à mobilização.

As agências bancárias, a princípio, vão abrir as portas, mas é preciso esperar às 10 horas para saber se os bancários participarão do protesto e se haverá servidores para atender a população. O Sindicato dos Comerciários pede que as empresas fechem as portas nesta sexta-feira. Já o Sindicato do Comércio Varejista solicita que os empresários sigam com funcionamento, porém, as empresas devem fechar as portas somente em casos de protestos violentos.

A Associação Comercial e Industrial de Ijuí também pede que as empresas mantenham atendimento nesta sexta-feira e espera que a paralisação seja pacífica e ordeira. O atendimento no Poder Judiciário em Ijuí deve ser bastante restrito, pois os servidores organizam participação no ato na Praça da República durante o dia.

Já a Justiça do Trabalho não vai atender. O Ministério Público em Ijuí, por sua vez, informou que vai trabalhar. A Fidene/Unijuí vai manter as atividades normais, nesta sexta-feira. As aulas também estão confirmadas, porém cada professor pode decidir, em particular, em cancelar atividades. O mesmo movimento vai contar com presença de tratores e caminhões, visto participação da Fetag regional.

Dessa maneira, produtores virão para a cidade de Ijuí com maquinários, com a concentração nas imediações da Praça da República. Por essa presença de maquinários agrícolas na cidade, neste momento a Coordenadoria de Trânsito de Ijuí realiza fechamento de algumas ruas da área central. Ocorre bloqueio, para o trânsito de veículos, da rua em frente à Igreja do Relógio, ainda da rua defronte ao Banco Bradesco e na rua Benjamin Constant, em frente à agência do INSS, onde devem ficar os maquinários. Durante o dia ainda poderá ocorrer carreata pela cidade.

Ônibus da MTU não circulam no início nesta manhã em Ijuí, pois ocorre bloqueio do portão da empresa. Com isso, a cidade está sem transporte coletivo. Da mesma forma, em Cruz Alta, os ônibus da empresa Fátima são impedidos de sair da garagem.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!