Busca rápidaX

Espetáculo Ângelus reestreia após 13 anos em Santo Ângelo

9 de dezembro de 2019

Depois de 13 anos, a Catedral Angelopolitana volta ser palco do majestoso espetáculo Ângelus. Criado em 2006, por ocasião dos 300 anos da Redução de Santo Ângelo Custódio, o espetáculo busca resgatar a simbologia dos anjos que passaram a caracterizar a cultura natalina de Santo Ângelo.

É através da dança e do teatro que a história da sétima redução é recriada, pelo escritor Odailso Berté. “A arte produzida nesta redução aludia ao seu padroeiro através das asas que eram talhadas pelos Guarani em todos os santos que esculpiam, e também o teatro jesuítico, que encenava batalhas entre anjos e demônios, com objetivo catequético, foram os elementos pesquisados e que deram vida aos personagens que contam a narrativa do Ângelus: os anjos Gabriel (o Anjo Mensageiro), Abadôn (o Anjo dos Abismos) e Santo Ângelo Custódio (o Anjo da Guarda)”, conta Berté.

O elenco do espetáculo é composto pelos bailarinos do Laboratório Investigativo de Criações Contemporâneas em Dança (LICCDA), do Curso de Dança-Licenciatura da Universidade Federal de Santa Maria, tendo a participação especial dos atores santo-angelenses da Cia Actuare. A coordenação do espetáculo é dos professores Odailso Berté, Mônica Borba e Crystian Castro, que são também os responsáveis pelos espetáculos Som e Luz em Corpos, do Sítio Histórico de São Miguel Arcanjo, e Missa da Terra Sem Males, apresentada em Santo Ângelo no mês de setembro de 2019.

“A exemplo do espetáculo Som e Luz, de São Miguel, o espetáculo Ângelus instaura, no Centro Histórico de Santo Ângelo, um monumental diálogo cênico entre a arquitetura da Catedral, a planta da antiga redução, a dança e o teatro, recriando elementos históricos em diálogo com a contemporaneidade para recontar a vida, morte e reconstrução da cidade”, relata Berté. O espetáculo será apresentado em frente à Catedral, na praça Pinheiro Machado no dia 14 de dezembro às 20h30min e no dia 15, às 21h30min.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: SatNews

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!