Busca rápidaX

Estado homologa decretos de emergência em razão da estiagem de Jóia e Boa Vista do Cadeado

10 de abril de 2020

O governo no Rio Grande do Sul homologou os decretos de emergência, em função da estiagem, das prefeituras de Jóia e Boa Vista do Cadeado. Com isso, a partir de agora os municípios têm alguns benefícios, por exemplo, possibilidade dos agricultores renegociarem débitos junto a bancos e cooperativas.

Também houve reconhecimento da situação de emergência, visto a falta de chuvas, nos municípios de Saldanha Marinho e Vicente Dutra. Em Boa Vista do Cadeado, por exemplo, a seca causa quebra de aproximadamente 80% no milho safrinha, além de cerca de 50% na soja.

Também faltou água para algumas famílias da área rural, o que exigiu que a prefeitura fizesse abastecimento com caminhão pipa. Na cidade, durante as tardes, em alguns momentos existe racionamento de água.

Em Jóia a situação é semelhante. Os prejuízos superam os 150 milhões de reais, com muita perda na soja, milho e leite. Também ocorreu falta de água para famílias da área rural. Já os municípios de Ijuí e Ajuricaba decretaram, nos últimos dias, situação de emergência, também devido à estiagem.

Em Ijuí, as perdas chegam a cerca de 160 milhões de reais. No município de Ajuricaba, os laudos apontam muitas perdas na soja, milho, peixe, hortigranjeiros e leite. O prejuízo é estimado em 70 milhões de reais.

Além disso, em Ajuricaba, há famílias com dificuldade de água para o consumo humano, visto que fontes secaram. Especialmente diaristas não conseguem trabalho, em razão da quebra na área agrícola.

Na semana passada, o Estado havia homologado os decretos de emergência dos municípios de Augusto Pestana e Boa Vista do Incra. Em Augusto Pestana, o prejuízo financeiro com a seca ultrapassa R$ 85 milhões, visto perdas na soja, milho e área leiteira.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!