Busca rápidaX

Estado não emite novos Avisos e Alertas da pandemia e define regras sobre Semana Farroupilha

19 de agosto de 2021

Após reunião do Gabinete de Crise na tarde desta quarta-feira (18/8), o governo do Estado decidiu pela manutenção do atual quadro do Sistema 3As, sem emissão de Avisos ou Alertas. A decisão considera o fato de que a tendência de crescimento no número de internados em leitos clínicos registrado na semana passada não continuou ocorrendo na última semana, havendo uma estabilização. No entanto, o governo reforça a necessidade de cuidados de prevenção ao coronavírus para impedir a disseminação da variante delta.

Na semana passada, foram emitidos Avisos para quatro regiões Covid de Canoas, Guaíba, Porto Alegre e Santo Ângelo, devido ao aumento de internações hospitalares. No entanto, nesta semana, dados apresentados pelo GT Saúde e que estão disponíveis no Boletim Regional, mostram que a tendência não se manteve nestas regiões e, em todo o RS, há estabilização nas hospitalizações quando se analisa os últimos dias, além de queda nos casos confirmados e nos óbitos.

Atualmente, há 905 pessoas internadas com suspeita ou confirmação de Covid-19 em leitos clínicos no estado, número positivo quando se compara com um horizonte maior de 30 dias atrás: queda de 27,7%. O índice de pacientes em condições mais graves, confirmados ou suspeitos, também apresentou redução. São 713 pessoas hospitalizadas em leitos de UTI, menor número desde 2 de novembro de 2020. Conforme a equipe técnica, a tendência de queda segue nas UTIs, embora esteja mais lenta.

• Clique aqui para ver o histórico de Avisos, Alertas e Ações de todas as regiões.

Além disso, o Gabinete de Crise avaliou novos pedidos sobre eventos e protocolos. Um dos principais tópicos discutidos foi a realização dos festejos farroupilhas, encaminhados por entidades tradicionalistas. A decisão do Gabinete de Crise foi por liberar a realização de desfiles em comemoração ao 20 de Setembro, no entanto, somente para cavalarianos, reduzindo, dessa forma, o número de participantes.

“Vamos reforçar, junto aos organizadores dos desfiles e municípios, bem como comunicar à população, a necessidade de que todos sigam os protocolos já em vigor. Distanciamento mínimo, uso obrigatório de máscara e higienização constante deverão ser seguidos à risca tanto pelos cavalarianos quanto pelo público”, destacou o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que assumiu a coordenação do Gabinete de Crise devido à agenda do governador Eduardo Leite.

As orientações a serem adotadas nos protocolos dos desfiles serão detalhadas na próxima semana.

Outro pedido dentro dos festejos farroupilhas diz respeito ao tiro de laço. Seguindo o entendimento da equipe técnica, o Gabinete de Crise foi por manter a vedação de público em competições esportivas no geral pela dificuldade de distanciamento nas arquibancadas neste momento. A questão seguirá sendo analisada.

Quanto a pistas de dança, o GT Protocolos destacou que apresentações artísticas no palco já estão liberadas, desde que seguidos os protocolos existentes no Sistema 3As. No entanto, neste momento, não foi autorizada a participação de público em geral em modalidades de dança, assim como o uso de pistas em casas de shows e demais eventos.

Quanto a acendimento e distribuição de chama crioula nas praças e nos CTGs, estão autorizados dentro dos atuais protocolos de Eventos. Sobre cavalgadas entre o local de distribuição da chama até o destino também não há vedação, desde que respeitados os protocolos obrigatórios. O Gabinete de Crise reforça a orientação para que não passem em locais de grande concentração de pessoas para evitar aglomerações. Por fim, almoços e jantares nos CTGs também já estão autorizados desde que respeitados os protocolos de Restaurantes.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Radio Progresso de Ijuí e governo RS
error: Conteúdo protegido!