Busca rápidaX

MANCHETES

Estiagem: Prefeitura de Panambi leva água potável a localidades do interior

20 de janeiro de 2022

A seca que o estado e região enfrentam continuam refletindo, principalmente, na vida do produtor rural. Em Panambi, nessa manhã (20), um caminhão equipado com tanque de 9 mil litros de água potável se deslocou até a pequena propriedade do produtor rural, Edson Mantey, na linha Morengaba, para prover uma reserva de água para as cerca de 20 cabeças de gado do agricultor. Essa foi apenas a primeira das propriedades abastecidas pela Prefeitura de Panambi, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Ambiental – SDE, que já tem uma relação de propriedades que precisam de atendimento emergencial.

A estiagem prolongada, além de causar os danos econômicos já vistos e sentidos na agricultura, agora também está gerando falta de água para beber, em algumas propriedades. Os primeiros relatos dão conta de que a água para os animais, que antes era armazenada em açudes e bebedouros, já está escassa ou não é suficiente. E, nesta semana, moradores de localidades do interior procuraram a prefeitura por falta de água em poços artesianos, gerando dificuldades para garantia de água potável para o consumo humano.

O último relatório emitido pela Emater, no dia 11 de janeiro, já estimava perdas de mais de R$ 48 milhões no milho, milho para silagem, soja e pecuária leiteira, em Panambi. Mas a cada dia que passa, os prejuízos aumentam e as pessoas são impactadas pela falta de água. Com base nesse relatório e outros laudos sociais que estão sendo emitidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, a Administração Municipal e a Defesa Civil estão reunindo os documentos necessários para decretar situação de emergência em decorrência da estiagem, nos próximos dias.
Além da intensificação dos trabalhos para abertura de bebedouros e açudes e manutenção dos poços artesianos, o Município investiu na aquisição de um tanque para água potável que possa ser transportado no caminhão da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, adquirido ainda no ano de 2020.

Após duas licitações que não tiveram fornecedores interessados, a Cotripal foi importante na parceria para conseguir fornecedor que entregasse o tanque em tempo hábil, também auxiliando na compra do equipamento, intermediada pelo secretário Rafael Jacques de Oliveira.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!