Busca rápidaX

Estudantes da Setrem têm artigo aceito em publicação internacional

12 de agosto de 2016
NULL

A pesquisa das formandas no Bacharelado em Sistemas de Informação (SI) da SETREM Andréia Luísa Barth e Camila Wolfer, desenvolvida para o trabalho de conclusão de curso (TCC), já agregou importantes conquistas à trajetória acadêmica das mesmas. Um artigo produzido com base no TCC, que teve como orientadores os docentes Adalberto Lovato e Dalvan Griebler, foi aprovado para publicação na Revista Eletrônica Argentina-Brasil de Tecnologias da Informação e da Comunicação (REABTIC), tendo como título “Avaliação da Irradiação Solar como Fonte de Energia Renovável no Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Através de Uma Rede Neural”. A conquista foi muito celebrada pelas autoras, que detalharam seu objeto de estudo.

 

Segundo Camila, a irradiação solar é uma das fontes de energia renovável mais limpas na atualidade, mas as diferenças climáticas dos países e suas regiões exige a busca por métodos que possam avaliar a quantidade de irradiação presente no local. “A irradiação solar, fundamental nos processos naturais, pode ser utilizada também nos processos artificiais. Uma maneira de fazê-lo é utilizar esta como energia fotovoltaica, que transforma a luz solar diretamente em energia elétrica. Em nossa pesquisa, o objetivo foi implementar uma rede neural, implementada e treinada usando o software MATLAB, capaz de avaliar a irradiação solar na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Esta avaliação tem como alvo dados meteorológicos do período de janeiro a abril de 2015”, explica.

 

A Inteligência Artificial e seus componentes, principalmente as Redes Neurais Artificiais (RNA), possibilitam realizar as previsões e avaliações a partir de dados meteorológicos disponíveis. “Estudos meteorológicos são uma tarefa que exige esforços para considerar todas as variáveis que possam permitir a previsão do clima. Este, na região Noroeste do Estado, é de muita instabilidade, o que gera dificuldades no campo da agricultura, para o desenvolvimento de sementes adequadas, assim como no campo da energia solar, para obtenção de informações para decisões sobre o investimento. Desenvolver programas ou métodos para auxiliar na simulação do clima serão muito importantes para ambos os casos”, complementa Andréia.

 

As formandas estruturaram uma RNA capaz de avaliar a irradiação solar disponível na região Noroeste do Estado, utilizando dados de temperatura, índice UV, umidade, velocidade do vento, barômetro, orvalho, precipitação de chuva e hora, coletados na estação meteorológica da SETREM, localizada na cidade de Três de Maio – RS. “A contribuição primordial deste trabalho foi o desenvolvimento de um método de avaliação de clima. Paralelamente, como corolário, abre a oportunidade de se conhecer melhor o que hoje se classifica como instabilidade climática”, ressalta Andréia, complementada por Camila. “Os resultados indicaram que a rede obteve uma precisão alta e que a região é um local suficientemente bom para a produção de energia provinda da irradiação solar”.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os comentários estão desativados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!