Busca rápidaX

Ex-prefeito de Cruz Alta, Juliano da Silva, tem prisão preventiva decretada

5 de abril de 2019

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul acatou recurso do Ministério Público e determinou, hoje à tarde, 05, a prisão preventiva do ex-prefeito de Cruz Alta, Juliano da Silva, que esteve à frente do Executivo na gestão passada.

A decisão foi tomada por unanimidade pelos desembargadores e visa garantir a ordem pública, com aplicação da Lei Penal, conforme o que consta no despacho judicial. Juliano da Silva poderá interpor recurso.

Segundo o Tribunal de Justiça, o ex-prefeito de Cruz Alta é acusado de crime de responsabilidade e lavagem de dinheiro. Ainda de acordo com a decisão, mesmo que Juliano da Silva seja réu primário, os delitos, em tese cometidos, denotam gravidade.

Além disso, o acusado responde outras quatro ações penais por suspeita de delito de mesma espécie e constantemente se oculta para não ser intimado pessoalmente dos atos processuais. Por isso, a Justiça entende que houve elementos suficientes para expedir o mandado de prisão preventiva.

Também na argumentação, o Judiciário alega que o ex-prefeito de Cruz Alta desviou valores do erário público para benefício próprio, o que gerou aumento de bens em 229%. Além disso, é acusado de dissimular e ocultar a propriedade de bens adquiridos com os valores provenientes da prática da apropriação de rendas públicas.

Compartilhar
  • 1K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1K
    Shares
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí. Foto: Rádio Soledade.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!