Busca rápidaX

MANCHETES

Ex-premier é cotado para substituir candidato conservador nas presidenciais na França

3 de março de 2017

O ex-primeiro-ministro Alain Juppé é o nome mais cotado para eventual substituto do candidato conservador nas eleições presidenciais francesas François Fillon, caso ele desista da disputa, depois de, nas últimas horas, ter perdido o apoio de colaboradores e deputados.
 
Juppé, que perdeu no segundo turno das primárias da direita e centro, não negará o encargo desde que respeitadas as seguintes condições: que François Fillon se retire por iniciativa própria e que a direita e o centro, Os Republicanos, o apoiem de forma unânime, afirmou uma pessoa de seu círculo pessoal.
 
Desde que anunciou na quarta-feira seu provável indiciamento pelo caso do emprego fictício de sua esposa, Penelope, Fillon viu como dezenas de aliados retiraram seu apoio e várias vozes de seu partido pediram que se retirasse da corrida eleitoral.
 
Juppé havia descartado até o momento substituir Fillon como candidato, alegando uma questão de lealdade para com o vencedor das primárias.
 
A pressão judicial cresceu em torno de Fillon depois que a polícia revistou sua residência em função da investigação sobre os salários recebidos por sua esposa e seus dois filhos como assistentes parlamentares.
 
Fillon, intimado pela justiça no próximo dia 15 de março, voltou a demonstrar na quinta, em um comício, sua intenção de continuar na campanha.
 
O candidato conservador, ex-favorito nas pesquisas, chega agora em terceiro lugar nas intenções de voto, atrás da radical de direita Marine Le Pen e do centrista Emmanuel Macron.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!