Busca rápidaX

MANCHETES

Executivo de Ajuricaba decreta situação de emergência em razão da estiagem

31 de março de 2020
Culturas de verão foram bastante prejudicadas em razão da falta de chuva

O Poder Executivo de Ajuricaba decretou, hoje à tarde, situação de emergência no município em razão da estiagem. Conforme o integrante da prefeitura, Josemar Martins, as perdas na soja chegam a 53%, com rendimento médio de 28 sacas por hectare. Na safra de 2019, a produtividade ficou em 60 sacas. Ainda há 50% de prejuízo no milho, além de perdas na produção leiteira.

Ajuricaba ainda sofre com a piscicultura, um dos diferenciais do município. Um açude chegou a secar e em outros ocorreram obras emergenciais para evitar o mesmo problema. Por outro lado, algumas famílias do interior não tem mais água potável, o que leva a prefeitura a estender redes de água. Nas linhas 21 e 28 existe necessidade de perfurar poços artesianos. No geral, o prejuízo estimado com a falta de chuva em Ajuricaba está entre 55 e 60 milhões de reais.

Em Nova Ramada, semana passada, a prefeitura também decretou emergência devido à estiagem. As perdas são de aproximadamente 50 milhões de reais, com quebra de 40% na produção de soja, 30% no leite e 35% no milho.

Esses decretos de emergência são encaminhados para o governo estadual. O objetivo é que o Estado reconheça os decretos, para que as prefeituras tenham alguns benefícios, por exemplo, ajuda financeira.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!