Busca rápidaX

Faculdade Santo Ângelo inaugura espaço de economia colaborativa

2 de dezembro de 2019
Foto: Ana Júlia Tiellet/Fasa

A Economia Colaborativa vem ganhando espaço e adeptos mundialmente. Existem inúmeras formas de aplicação desse conceito, dentre as quais, o honest market – mercearias ou quiosques com oferta de produtos para autoatendimento, distribuídos em áreas de grande circulação, seja em espaços públicos ou privados. Nos passos dessa inovação, a Faculdade Santo Ângelo (FASA) é pioneira ao implantar o “Bolicho Honesto”.

Inaugurada na semana passada, a versão da FASA para o “honest market” traz algumas adaptações. Mais do que a compra e venda sem atendimento, baseadas na honestidade dos consumidores, o objetivo é dar relevância a propósitos de vida, a causas com as quais seja possível solidarizar-se. Assim, a comunidade acadêmica é convidada a ofertar produtos apresentando o motivo pelo qual estão sendo colocados à venda – ou a causa que impulsiona a pessoa a ofertá-los. A compra é feita mediante o depósito do valor em uma caixa-cofre que fica na prateleira em que o produto está exposto. A base da transação é, desta forma, a honestidade, o engajamento e a confiança.

“Aqui, formamos mais do que profissionais com excelente qualidade técnica, contribuímos para a formação de cidadãos com pensamento crítico e capacidade de interagir na sociedade. A Economia Colaborativa surge como uma alternativa, em nível individual ou coletivo, pessoal ou corporativo, aos modelos tradicionais de negócio. É fundamental que nossos estudantes saibam interagir nesse novo ecossistema socioeconômico que se apresenta pois pode ser um caminho para o empreendedorismo e o desenvolvimento pessoal”, justifica o diretor-presidente da FASA, Rafael Rossetto. 

 Os produtos ofertados podem ser manufaturados, artesanais, caseiros ou mesmo industrializados. Nos primeiros dias de funcionamento, o Bolicho Honesto já teve diversos propósitos e mercadorias ofertadas por colaboradores, professores e acadêmicos. Há DVDs de filmes para ajudar na compra de um home theatre; chocolates, para aquisição de um notebook que suporte os softwares de desenho técnico; cuias exclusivas, focadas em reforçar a identidade cultural gaúcha; pães de mel artesanais, para ajudar no pagamento de uma babá; e; panos de prato em patchwork que irão colaborar para um roteiro de viagem.

Outros espaços

Além do Bolicho Honesto, a FASA também inaugurou outras três iniciativas baseadas em economia colaborativa. O Armário Leve e Deixe é um móvel antigo, restaurado, que ganhou nova utilidade – ser um ponto de troca e/ou doação de objetos, acessórios, dentre outros. Neste caso, a proposta é incentivar a reutilização em contraponto ao consumismo.

O Espaço de Uso Comum é a área que concentra geladeira, micro ondas e bebedouro destinados a conservação de alimentos e bebidas trazidos por acadêmicos, colaboradores ou professores para suas refeições; e; o Cantinho do Chimarrão é equipado com pia de cozinha e um aquecedor elétrico para fornecimento de água na temperatura ideal do chimarrão. “Nesses dois espaços, convidamos as pessoas para que façam do uso compartilhado mais que a simples conservação de um item ou o preparo de um mate – pode ser a oportunidade de estabelecer relações, exercitar a empatia e compartilhar vivências”, argumenta Rossetto.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: FASA

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!