Busca rápidaX

Falta de chuva começa a resultar em prejuízos nas lavouras de Ijuí e região

12 de dezembro de 2019

A preocupação com a falta de chuva é geral dentre agricultores da região, especialmente em razão da soja e milho. Em Ijuí, segundo a Emater, grande parte da soja germinou com pouca umidade no solo. Com isso, houve falha dentre os grãos.

Agora é preciso aguardar as próximas chuvas a fim de saber como vai ser o desenvolvimento da oleaginosa, com necessidade ou não de replantio. No geral, a soja está em início de desenvolvimento ou com esse processo um pouco mais adiantado, nesse último caso, onde o plantio ocorreu em outubro.

O mais recente informativo conjuntural do escritório regional da Emater, com sede em Ijuí, abrangência de 44 municípios, esclarece que o cultivo da soja está concluído. 99,65% da cultura está em desenvolvimento e o restante, uma pequena parcela, em floração.

Aproximadamente 10% da área de soja, na região de Ijuí, está em germinação, com necessidade de chuva. Além disso, a falta de precipitação climática dificulta a aplicação de herbicidas e fungicidas. No tocante ao milho, a situação é mais complicada, pois a falta de chuva prejudica a floração e formação de grãos, justamente as fases do momento da cultura.

Em Ijuí, a Emater informa que já exista perda no milho, mas ainda não é possível prever o percentual de quebra. Já há casos de agricultores que encaminham pedidos de Proagro, dentre os municípios do escritório regional da Emater, sediado em Ijuí, em razão das perdas no milho pelo deficit hídrico.

A previsão indica pancadas de chuva para hoje e amanhã na microrregião de Ijuí, com precipitações mais localizadas. Segundo a Somar Meteorologia, a tendência é de chuva mais intensa entre o final de domingo e segunda-feira próxima.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!