Busca rápidaX

Família brasileira morre no Chile e suspeita é de intoxicação por vazamento de gás

23 de maio de 2019
Família morreu em apartamento em Santiago, no Chile — Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Arquivo Pessoal

Seis brasileiros foram encontrados mortos ontem (22) em um apartamento na área central de Santiago, capital do Chile. Os bombeiros suspeitam que um vazamento de gás tenha provocado a tragédia.

As vítimas são uma família de quatro pessoas da cidade de Biguaçu, na Grande Florianópolis. O segundo casal, formado pelo irmão e a cunhada da mãe da primeira família, morava em Hortolândia, no interior de São Paulo. Os nomes das vítimas foram divulgados por uma parente: Fabiano de Souza, 41, e sua mulher Débora Muniz Nascimento de Souza, 38, e seus dois filhos, Caroline e Felipe; e o casal Jonathas Nascimento Krueger e sua mulher, Adriane.

Os brasileiros estavam em Santiago para comemorar o aniversário de Caroline, que faria 15 anos na sexta-feira (24). Porém, a família já tinha programado antecipar o retorno depois que a mãe de Jonathas e Débora morreu em Florianópolis, na madrugada de quarta-feira, vítima de câncer.

Ainda segundo familiares, os dois casais e os dois adolescentes chegaram a relatar, durante a ligação, que estavam todos passando mal. Logo depois, os parentes no Brasil não conseguiram mais falar com eles. 

O Ministério das Relações Exteriores afirmou, em nota, que acompanha o caso, mantém contato com os familiares e prestando assistência a eles.

“Quanto ao traslado dos corpos, informamos que não há previsão legal para o pagamento desse procedimento pelo Governo Federal. Quando um cidadão brasileiro falece no exterior e sua família opta por trazer seus restos mortais ao Brasil, os consulados brasileiros sempre procuram apoiar.”

Jonathas e Adriana também foram encontrados mortos no Chile — Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Divulgação

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: G1

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!