Busca rápidaX

MANCHETES

Famílias do bairro Getúlio Vargas seguem acampadas na Praça da República

6 de junho de 2019

Nove famílias continuam acampadas na Praça da República, em frente a Prefeitura Municipal. Amanhã (07), vai completar uma semana desde que os oficiais de justiça cumpriram os mandados de reintegração de posse da área invadida no bairro Getúlio Vargas. 

São cerca de 20 pessoas que dizem não ter pra onde ir e improvisaram barracas com lonas. Neste espaço continuam pedindo solução por parte do Poder Executivo Municipal.

Conforme um dos líderes do movimento Émerson Gomes relatou em entrevista à Rádio Progresso nessa manhã, nos últimos dias os moradores foram recebidos pelo prefeito Valdir Heck, que sugeriu aos desabrigados que ocupassem a sede do bairro Colonial, porém, segundo Emerson, após visita ao local, as famílias constataram que o espaço não oferece estrutura adequada.

Segundo o líder do movimento, em função do frio, na parte da noite as crianças são abrigadas em um sindicato do município, através de negociações entre os moradores e o presidente da associação, que não teve o nome divulgado.

Para suportar o frio, as famílias contam com o apoio da comunidade, que passa pelo local e se mobiliza com a situação, doando cobertores e agasalhos.

Nesta semana, o município fez a divisão de lotes da área do Bairro Getúlio Vargas e divulgou a lista das 165 dos beneficiados. Cerca de 6 famílias que tiveram que desocupar a área estão entre os selecionados.

Segundo o secretário de Habitação, Ramsés Lemos, o processo de desocupação da área foi solicitado ainda em 2016, durante a gestão de Ballin e Bira, e segundo ele, há mais de dois anos os moradores já sabiam que um dia teriam que desocupar o local.

Hoje pela manhã, uma nova reunião estava prevista entre desabrigados e prefeito Valdir Heck. Até o fechamento desta edição não tivemos retorno sobre o que ficou definido entre Executivo e famílias.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!