Busca rápidaX

MANCHETES

Champs Elysees

Farsul antecipa que Estado não atingirá expectativa de produção de trigo e defende política para o setor

5 de novembro de 2018

Problemas climáticos do inverno deste ano e das últimas semanas, repercutem, no atual momento, na produção de trigo. Durante entrevista hoje pela manhã na Progresso, o presidente da Comissão do Trigo da Farsul, Hamilton Jardim (foto), ressaltou que o Rio Grande do Sul não vai atingir o rendimento inicialmente previsto, entre dois milhões e 100 mil e dois milhões e 300 mil toneladas do cereal, nos cerca de 700 mil hectares cultivados em 2018.

Ele disse que algumas lavouras até produzem razoavelmente trigo, mas a qualidades bastante prejudicada, com PH baixo, por exemplo, visto excesso de chuvas recentes. Além disso, comentou que cada vez mais ocorre achatamento dos preços pagos ao agricultor, cujos valores por saca estão muito próximos do mínimo.

Hoje, a saca de trigo é comercializada, na região de Ijuí, com preço médio de 38 reais e 4 centavos a saca. Para Hamilton Jardim, tudo isso é um desestímulo ao plantio da próxima safra. Na mesma entrevista na RPI nesta manhã, o representante da Farsul enfatizou que a partir de agora fica a expectativa em relação aos futuros governos estadual e federal, que passam a atuar dia primeiro de janeiro de 2019.

Hamilton Jardim entende que é preciso implementar uma política agrícola para o trigo, a fim de aumentar a área cultivada e não deixar o Brasil a mercê de importação. Ele observou que neste ano devem ser importadas em torno de sete milhões de toneladas de trigo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!